Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



facebook




Contacto

Facebook


Cinco formas para descobrir se a sua relação vai dar certo

Sábado, 20.12.14

No início de uma relação tudo é um mar de rosas. Mas como saber se ela tem futuro?

A psicóloga norte-americana Theresa E. DiDonato indica no site Psychology Today cinco formas de perceber se está a investir na pessoa certa:

 

1 - São parecidos?

 

 

Pode parecer uma questão fácil, mas não é. Quando se está apaixonado, é difícil ser-se racional. Um estudo (Amodio & Showers, 2005) demonstrou que as pessoas gostam de ter parceiros parecidos consigo, mas só nas relações de curto-prazo. Para as de longa duração, é necessário que ambas as partes reconheçam aquilo em que são parecidos e aquilo em que não são. É preciso fazer as perguntas difíceis e perceber se têm os mesmos objetivos, valores, e se ambos têm uma ‘mente-aberta’. Só assim, pode perceber o potencial que a sua relação tem.

 

2 - Conhecem os amigos um do outro?

 

Se está a investir numa relação a longo prazo, eventualmente vai ter de conhecer a família e os amigos. E faz sentido: as pessoas têm tendência a querer envolver as pessoas que lhes são importantes nos seus círculos sociais.

 

Aliás, para muitos, ter a aprovação dos amigos e da família é essencial. E quanto mais amigos conhecer - e no caso de aprovação - há uma menor probabilidade da sua relação vir a terminar.

 

3 - Ainda está a investigar o 'mercado' fora da relação?

 

Quando uma pessoa está verdadeiramente envolvida num relacionamento, automaticamente - e muitas vezes inconscientemente – deixa de procurar outros possíveis parceiros.

 

Um estudo sobre processos cognitivos (Maner, Gailliot, & Miller, 2009) demonstrou que as pessoas que estão comprometidas (e apaixonadas), não prestam sequer atenção quando aparece alguém potencialmente atrativo.

 

Se não têm olhos apenas um para o outro, pode ser um sinal de que a relação é meramente passageira.

 

4 - Tem receio de ficar solteiro?

 

 

O medo de ficar solteiro pode levá-lo a escolher a pessoa errada. Uma investigação (Spielmann et al., 2013) provou que as pessoas que têm receio de ficar sozinhas não têm padrões de escolha baixos, mas tendem a ficar com companheiros menos desejáveis.

 

Por exemplo, podem demonstrar o mesmo interesse por pessoas que não as tratem tão bem, como por quem as trate bem e gosta delas. Não se contente com qualquer um.

 

5 - Como é que o seu namorado reage à ideia de compromisso?

 

As pessoas que querem (apenas) estar em relações curtas tendem a evitar qualquer tipo de situações que podem obrigá-las a comprometer-se. Segundo o estudo Jonason & Buss, 2012, têm atitudes como evitar o contacto (não atender o telefone ou não responder às mensagens), evitar gestos carinhosos em público e tentam esquivar-se a conversar sobre a relação. E nem lhes passa pela cabeça apresentar a família e os amigos.

 

Por: SOL

 

 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)