Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



facebook




Contacto

Facebook


Roupa que deitamos em contentores e que deveria ser para ajudar os mais desfavorecidos está a ser vendida para encher os bolsos de vigaristas

Segunda-feira, 04.04.16

A reportagem que vai ver a seguir (ver vídeos) foi feita em Espanha e partiu da investigação de um canal de televisão daquele país. Perseguindo uma carrinha que fazia a recolha das roupas usadas contidas nesses contentores, a investigação concluiu que cerca de 90 por cento da roupa ali depositada era para vender e não para dar à caridade como seria suposto.

 

Esta reportagem é em Espanha, mas por cá, também temos montes de contentores onde podemos depositar roupas que já não usamos. Apesar de tudo, alguém sabe, aqui em Portugal, qual o verdadeiro destino dessas roupas?


Em Espanha, foi descoberto um esquema em pirâmide, em que a roupa ia para armazéns para ser separada e posteriormente vendida, pelo menos as peças que estariam em melhores condições. Foi essa conclusão a que chegou o “La Sexta”.


Neste tipo de contentores costuma ter um letreiro onde, entre outras coisas, é especificado o destino que estas roupas devem seguir e as causas a apoiar com a boa vontade das pessoas. Mas, e depois desta reportagem, devemos mesmo acreditar neste tipo de causas e ser inocentes ao ponto de enriquecer um bando de trafulhas.

 

Na reportagem que vai ver a seguir, pode confirmar que um dos administradores de uma das empresas por detrás deste esquema tem à porta de sua casa carros avaliados em mais de 60 mil euros. “E viva a boa vontade”

 

 

 

 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)