Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



facebook




Contacto

Facebook


Mark Zuckerberg e Google saem em defesa da liberdade de expressão

Sábado, 10.01.15

O dono do facebook, Marc Zuckerberg, saiu em defesa da liberdade de expressão, a propósito dos últimos acontecimentos em França.

 

Num texto publicado na sua página pessoal, Marc Zuckerberg escreveu: "À medida que reflito sobre os acontecimentos de Paris e sobre a própria experiência com o extremismo, isto é o que todos temos de rejeitar, um grupo de extremistas a tentar silenciar as vozes e as opiniões de toda a gente no mundo. Não permitirei que isso aconteça no facebook", referiu.

 

Isto a propósito de um caso que o mesmo viveu com extremistas há uns tempos atrás, como o próprio mencionou: “"Há uns anos, um extremista no Paquistão lutou para me sentenciar à morte porque o facebook recusou censurar conteúdos sobre Maomé que o ofendiam. Batemo-nos por isto porque as vozes diversas - mesmo que por vezes sejam ofensivas - podem fazer do mundo um sítio melhor e mais interessante".

 

Para o criador da maior rede social, e onde as pessoas tem um espaço para falar sobre o que pensam, a mensagem é clara: “ facebook é um espaço onde pessoas de todo o mundo partilham as suas ideias. Não permitiremos que países ou grupos de pessoas imponham ou ditem, o que se pode partilhar na rede social.

 

Por seu lado, o Google, o grande motor de busca e a fonte da maior parte das notícias mundiais, mostrou total pesar pelo sucedido e fez uma doação de 250 mil euros ao Charlie Hebdo, para além da sua homenagem através do motor de busca ‘google.fr’.

 

 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)