Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



facebook




Contacto

Facebook


Como a SIC (a mando do PSD?) quer enganar os portugueses com a taxa do multibanco

Quarta-feira, 10.02.16

É importante que as pessoas percebam exatamente em que é que se traduz uma das medidas de ‘austeridade’ de António Costa e não se deixem enganar pela comunicação social. Essa, que há muito tempo faz ‘não notícias’ encomendadas pela direita.

 

O Orçamento de Estado prevê um imposto de selo de 4 por cento sobre as taxas de multibanco. Isto é, um imposto sobre as taxas e não um imposto sobre o consumo.

Por exemplo: Se um comerciante cobra um jantar de 50 euros com multibanco paga uma taxa de 1,2 euro. O imposto de selo aplica-se sobre os 1,2 e não sobre os 50 euros. 4% de 1,2 euros = <0,05 euros.

 

Apesar disto ser fácil de entender, a SIC continua a difundir a notícia de uma alegada taxa de 4 por cento sobre pagamentos. O que é, dígamos, totalmente mentira. Neste caso, coloca um comerciante que afirma que o valor dessa nova taxa corresponde, no seu negócio, ao acumulado dos subsídios de férias e metade dos salários do pessoal. "É uma asfixia sobre o negócio. É impossível sobreviver assim." Ver vídeo da notícia da SIC aqui

 

O objetivo é simples: vender a ideia da "carga fiscal insuportável sobre as PME e os pequenos comerciantes." Como é possível tanta desinformação? Como é possível agirem com tanta orientação ideológica e manipularem com tão pouco pudor?

 

É preciso que as pessoas não se deixem manipular pela comunicação social, e percebam a verdadeira justiça destas medidas. É sempre preferível uma ‘austeridade’ destas, do que aquela que o anterior governo fez, que, claramente, tirou ao pobre para dar ao rico. Acorda povo!

 

 

 

 
 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)